22/09 - Lançamentos de imóveis residenciais aumentam 114%

A pesquisa cruzou dados da imobiliária com informações do Inpespar (Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento de Mercado Imobiliário e Condominial) para traçar um panorama do mercado na cidade.
A oferta de imóveis novos em Londrina está em crescimento contínuo, e em 2013 subiu 114%. Parte cada vez maior tem sido destinada à locação: de dois anos para cá a disponibilidade de unidades para moradia aumentou 62%.

“Muitas pessoas compram e colocam os imóveis para alugar ainda recém- entregues. Nesses casos, a rentabilidade pode ultrapassar 0,5% mensais do valor do imóvel”, comenta Pedro Amâncio, sócio da Planéje Negócios Imobiliários. Um apartamento de 02 dormitórios de padrão médio (de até R$ 200 mil) com 50 m², por exemplo, custa R$ 1.000 por mês para o locatário; um apartamento de 03 dormitórios de padrão médio (de até R$ 330 mil) com 75 m², custa R$ 1.650 por mês.

“Investir em imóveis em Londrina é um negócio rentável. A aquisição é ainda mais vantajosa quando feita na planta, pois o empreendimento valoriza em média 20% entre o lançamento e a entrega do imóvel”, afirma Amâncio. Dos lançamentos recentes, 90% se concentram no bairro de Gleba Palhano, que é conhecido por ter o custo mais elevado da cidade: em média, o valor do m² de apartamentos residenciais gira em torno de R$ 2.500 na planta e R$ 3.200 pronto, referente a imóveis de entre 50 a 80m² de área útil. Os valores variam de acordo com o padrão, tempo de entrega, conservação, localização e acabamento do produto. Outro aspecto identificado pela Planéje é o modelo de empreendimento mais procurado. Segundo a pesquisa, hoje as pessoas buscam apartamentos menores, novos e com amplo espaço de lazer.

Fonte: Jornal do Ônibus de Curitiba

SINDIMÓVEIS-PR / UNIMÓVEIS-PR: Rua Reinaldino S. de Quadros, 367 - Alto da XV - Curitiba-PR-  (41) 3223-5221

Copyright © SINDIMÓVEIS-PR. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por INTERATA